A música como lugar de confluência das dimensões cognitiva e psicomotora, mas também como lugar de expressão, comunicação e identidade cultural, terá sempre um papel fundamental no desenvolvimento da pessoa, na relação consigo própria, na relação com os outros e com o mundo.

    Inscrevendo-se nos currículos formais ou informais a música tem inspirado a criação de pedagogias e didáticas assim como a utilização de diversos recursos com diferentes focos que nesta academia se propõe utilizar em paralelo e de forma transversal. O objetivo é que as atividades propostas envolvam o desenvolvimento de competências de percepção, raciocínio, criatividade e movimento no sentido de fomentar uma relação mais harmoniosa da pessoa consigo própria, com os outros, no espaço e no tempo.